8.7.12

OS OITENTA ANOS DA REVOLUÇÃO DE 1932


Clique para ver a foto numa resolução maior.
Ourinhos foi palco de ação armada durante a Revolução de 1932,  movimento que estará completando 80 anos amanhã.
Como de hábito, a memória de 1932 acabou se perdendo na cidade.
Como estará o obelisco erguido no final dos anos 1950, às margens do Paranapanema, nas dependências do Clube  Balneário Diacuí? 
Da relato escrito pelo professor espanhol Constantino Molina, proprietário do Externato Rui Barbosa, havia um exemplar no Museu.   
MOLINA, Constantino A. A Revolução no Setor de Ourinhos. slp, scp. sd. 23p
Ainda existirá?'
O jornalista Benedito Pimentel, num suplemento do "Jornal da Divisa",  de 9 de julho de 1982 arrola o nome de moradores de Ourinhos e região que de algum modo estiveram envolvidos com o movimento. São eles:
Thomaz Chini  Jeanduy Oliveira Perino  Altamiro Pinheiro
Mario Nogueira  Alcides Pires do Prado
Atílio Pires do Prado                           Mario de Oliveira Branco
Pedro Cipriano da Silva                      Armando Meira Barros
           Miguel Farah
Caetano Stevanin                                 Olímpio Coelho Tupiná
Telésforo Tupiná                                      Drº Hermelino Agnes de Leão
José Arruda                                             Graciano Raccanello
 Moacy de Melo Sá                                  José Pedroso
Antonio Dias Ferraz                                Hermenegildo Simonassi         
Mario Ribeiro da Silva                            Pedro Migliari
Gervásio Custódio                                  Aspasio de Azevedo
José de Barros                                         Osvaldo Honorato
Romulo Romanini                                   José Romero           
José Malta Lins de Alencar                  José Justino de Carvalho
João Nogueira                                         Carlos Augusto Amaral 
José Ferreira de Campos                      Mario Bicheri
Leontino Ferreira de Campos              Américo Carvalho 
 Osvaldo Cardoso    
Aos quais eu acrescento os de Benedito Martins de Camargo ( o prefeito Camargo) e Bráulio Tocalino.        
Essa foto mostra alguns dos integrantes do Batalhão formado em Ourinhos - o Batalhão Teopompo.
Reconheço na foto apenas quatro  pessoas: na última fileira Telésforo Tupiná, Bráulio Tocalino e Carlos Augusto Amaral (à direita) e Benedito Martins de Camargo, o último agachado à direita
O  terceiro ajoelhado da direita para a esquerda é Jeanduy Oliveira Perino
Foto do acervo de Francisco de Almeida Lopes

Um comentário:

Marão disse...

Excelente documento da História de Ourinhos.