Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2016

OURINHOS A CAMINHO DO CENTENÁRIO: O VIADUTO DA SOROCABANA

Após a conclusão da nova estação ferroviária da Sorocabana em 1927, a população ourinhense clamava pela construção de um viaduto que ligasse as duas partes da cidade cortada pelos trilhos da estrada de ferro. O viaduto deveria ficar na altura das ruas Paraná (lado de cima e Alagoas (lado de baixo). Assim, providenciou-se a elaboração de uma petição dirigida ao Diretor da Estrada de Ferro Sorocabana na ocasião, drº Gaspar Ricardo Júnior. Assinavam-na o prefeito de Ourinhos, drº Theodureto Ferreira Gomes, o vigário local, padre Victor Moreno demais  autoridades, comerciantes gerentes de banco e outros. O jornal "A Voz do Povo", de 6-12 de 1931 noticiava o ocorrido:

A pretensão foi atendida e Ourinhos passou a contar com um viaduto de madeira que ligava a parte mais antiga à mais nova da cidade.  Não sei precisar o ano em que o viaduto foi derrubado. Acredito que tenha sido na primeira metade dos anos 1950, pois eu me recordo dele. Nestas duas fotos temos uma visão do velho e românt…

OURINHOS A CAMINHO DO CENTENÁRIO: A PRAÇA MELO PEIXOTO NOS SEUS PRIMEIROS ANOS

Por ocasião da inauguração da Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus (1921), a atual Praça Melo Peixoto, nada mais era que um descampado, como podemos ver pela foto abaixo:

Quem foi Melo Peixoto? João Batista de Melo Peixoto, (1856-1915), natural de Guaranhus, Pernambuco, formou-se em direito pela Faculdade de Direito do Recife. Iniciou sua carreira jurídica no estado natal, transferindo-se depois para o Sul. Sob o regime republicano, foi nomeado Secretário da Justiça em 1895. Elegeu-se senador estadual em 1900, tendo exercido também outras secretarias de estado. Desconhece-se o ato formal que deu seu nome a uma praça em Ourinhos.  Em 1927, o largo que ficava em frente a Matriz já tinha a denominação de Praça Melo Peixoto. Logo após a Revolução de 1930, a praça recebeu outra denominação, homenageando João Pessoa, um dos líderes desse movimento. Após a Revolução de 1932, a denominação foi mudada para Praça da Bandeira, retornando ao nome original logo em seguida. A inauguração de um coreto na pr…

1º DE MAIO DE 1946 - INAUGURAÇÃO DA AGÊNCIA FORD

Para mim, falar da "Ford", como popularmente passou a ser chamada a Sociedade de Automóveis Irmãos Silva Ltda, localizada na Rua drº Arlindo Luz, 188, é retornar ao túnel do tempo da minha infância, pois morei até os sete anos na casa de meu avô, que ficava no número 102, da Rua Nove de Julho. A agência ficava no quarteirão seguinte, na esquina com Arlindo Luz, o caminho que levava ao ", à Igreja, ao Cinema.... Lembro-me, pois, de sua enorme oficina e da ampla e elegante loja . Numa casa logo após a oficina, de propriedade da empresa, creio,  havia uma casa que foi ocupada pela família de Theobaldo José da Costa, colega de trabalho de  meu pai na SPP, e então contador da empresa. Ele foi casado com Hilda Fernandes Grilo, amiga de minha mãe, e tinha os filhos Iguatemi e Ivani. Essa casa foi depois ocupada por Ângelo Silva, casado com Conceição, sobrinha de Raul Silva, um dos proprietários da agência. Seus dois filhos mais velhos foram meus companheiros de folguedos: Carlo…

AS VISITAS DE ADEMAR PEREIRA DE BARROS A OURINHOS

Entre os os governadores paulistas, creio  que Ademar Pereira de Barros (1901-1969), tenha sido o que mais vezes esteve em Ourinhos.
Ademar  foi interventor federal (1938-1941) durante o Estado Novo  e duas vezes governador do estado (1947-1951) - (1963-1966). Em 1946, fundou o Partido Republicano Progressista - PRP  que,  em 1947, passou a denominar-se   Partido Social Progressista - PSP. Graças aos anos de interventoria, Ademar conseguiu projetar-se nas principais cidades do estado. Horácio Soares e Pedro Féres Mattar foram seus principais aliados em Ourinhos.
Durante seu primeiro mandato como governador,  a cidade foi beneficiada com a criação do ginásio estadual,   da escola normal e obteve facilidades para o calçamento da cidade. Em seu segundo mandato, inaugurou a nova estação ferroviária. 
A primeira visita, em 1940.



Na campanha de sua sucessão, em 1950. À esquerda Antônio Luiz Ferreira e à direita Horácio Soares.


Entre a população.

À sua direita, Horácio Soares e Pedro Féres Matar, p…

RECORDANDO 1936

Nesse ano, a cidade recebeu uma visita ilustre.


EXCURSÃO À PONTE MELLO PEIXOTO A VISITA DO CONDE MATARAZZO A OURINHOS

Da esquerda para a direita: 1- José das Neves Júnior 2 - Benedito Martins de Camargo 4 - Italo Ferrari 5 - Conde Matarazzo 6 - Rodopiano Leonis 7 Pedro Medici 9  -Álvaro de Queiroz Marques
 O nosso repórter, em companhia de outras pessoas gradas, seguiu no automovel do sr. Moysés Moreira, gerente das I. R. F. Matarazzo em Avaré, para a Ponte Mello Peixoto, onde já se achavam, chegados momentos antes, o sr. Conde Matarazzo, dr, Magalhães, dr. R, Guarinello, srs. Rodopiano Leonis, ítalo Ferrari, Alvaro Queiroz Marques, Pedro Medici, Domingos Lourenço e José das Neves. Ahi os visitantes, em grupo formado á beira do Rio Paranapanema, tiraram 4 chapas photographicas, que serão publicadas nesta folha, opportunamente. O grande industrial, que é uma admiravel organização physica, forte nos seus 83 annos de
lueta incessante, mostrou-se fortemente interessado pela visita, fazendo p…