1º DE MAIO DE 1946 - INAUGURAÇÃO DA AGÊNCIA FORD

Para mim, falar da "Ford", como popularmente passou a ser chamada a Sociedade de Automóveis Irmãos Silva Ltda, localizada na Rua drº Arlindo Luz, 188, é retornar ao túnel do tempo da minha infância, pois morei até os sete anos na casa de meu avô, que ficava no número 102, da Rua Nove de Julho. A agência ficava no quarteirão seguinte, na esquina com Arlindo Luz, o caminho que levava ao ", à Igreja, ao Cinema.... Lembro-me, pois, de sua enorme oficina e da ampla e elegante loja .
Numa casa logo após a oficina, de propriedade da empresa, creio,  havia uma casa que foi ocupada pela família de Theobaldo José da Costa, colega de trabalho de  meu pai na SPP, e então contador da empresa. Ele foi casado com Hilda Fernandes Grilo, amiga de minha mãe, e tinha os filhos Iguatemi e Ivani. Essa casa foi depois ocupada por Ângelo Silva, casado com Conceição, sobrinha de Raul Silva, um dos proprietários da agência. Seus dois filhos mais velhos foram meus companheiros de folguedos: Carlos e  Marco Aurélio. Trabalhou também na empresa, Demerval Ferreira da Silva, sobrinho de Raul e casado com Selma Abucham.
A empresa ocupava-se da venda de automóveis, caminhões , tratores, peças e acessórios.
Chegou a empregar cerca de 80 pessoas.

A notícia abaixo, publicada em "A Voz do Povo", de 4-5-1946, dá a dimensão da importância dessa inauguração.
A foto do acontecimento foi tirada da laje do prédio de Frederico Hahn,  que aparece na foto à direita,  com sua máquina fotográfica.


Clique sobre a foto.

Há muitas pessoas conhecidas, que pude identificar numa edição da foto em alta resolução, inclusive meu pai à esquerda, bem na frente.
Para citar apenas o centro da foto, destaco o padre Eduardo Murante, o Juiz de Direito, Rocha Paes, Antônio Luiz Ferreira, o prefeito interino profº Alberto Braz e Theobaldo José da Costa.



(Acervo tertuliana)

O jornalista Euclides Rossignoli, que trabalhou quando jovem na Agencia Ford, publicou por ocasião da morte de Raul Silva, em maio de 2010, um artigo relembrando aquele período. 
Naqueles tempos da Ford
Euclides Rossignoli

Comentários

NewtonC disse…
Notícia por demais interessante, caro José Carlos. Mostra tb a ligação que existia entre Ourinho e Cornélio Procópio. A Ag. Ford de Cornélio pertencia ao Sr. Luiz Silva, que aqui residiu durante muitos anos, assim com o Sr. Antônio da Rocha Paes (a menos que tenha sido um homônimo). Tb a Agência Ford de Cambará era do Sr Luiz Silva (possivelmente em sociedade com o irmão).
Obrigado pelo comentário, NEWTON, que acresce informações que desconhecíamos.