Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2015

OS 50 ANOS DA TURMA DE 1965 DA ESCOLA TÉCNICA DE COMÉRCIO DE OURINHOS

Em finais dos anos 1930, estavam dadas as condições para a criação do curso secundário em Ourinhos,  pois havia se formado na cidade a "Sociedade Expansão Cultural de Ourinhos", que tinha como um de seus objetivos "construir um prédio próprio para o estabelecimento do ensino secundário", entregando-o a "pessoa idônea que se proponha organizar e dirigir um estabelecimento de ensino secundário para ambos os sexos".
Essa pessoa foi o  professor José Augusto de Oliveira, natural de Cravinhos,  com experiência na criação e  direção de estabelecimentos de ensino em várias cidades. Em 26 de fevereiro de 1939, foi lançada a pedra fundamental do primeiro ginásio de Ourinhos, tendo sido iniciadas as aulas da primeira turma nesse mesmo  ano, em prédio provisório. Em Ourinhos, o professor José Augusto encontrou na pessoa do jovem advogado João Batista de Medeiros, o auxiliar ideal para dirigir o estabelecimento de ensino criado. Os dois foram além da proposta inicial e,…

A FAPI DE OURINHOS, RUMO AO CINQUENTENÁRIO - A III FAPI - 1969

O jornal "O Progresso de Ourinhos" publicou uma edição especial (18-25-5-1969) a respeito da realização da III Feira Agro Pecuária Industrial  - FAPI,  com o título: III FAPI ALCANÇA ÊXITO TOTAL. Além de trazer algumas fotos dessa edição da Feira e manifestações de autoridades locais: prefeito, presidente da câmara, juiz de direito,   a publicação inseria várias mensagens de apoio e congratulação pelo evento de autoria do comércio e indústria locais. Estas  foram as empresas:
CHURRASCARIA GAÚCHA, DE LUIS GOLIN E CIA,VIAÇÃO GARCIA LTDA ORGANIZAÇÃO COMERCIAL GOLIN, GRANDE HOTEL, DE LUIZ GOLIN COMPANHIA TELEFÔNICA DE OURINHOS, RENOVADORA DE PNEUS OURINHOS INDÚSTRIA FARMACÊUTICA HEMOLABOR, CASA BANDEIRA BRANCA, DE RAFAEL HERNANDEZ E CIA LTDA BANCO BRASUL DE SÃO PAULO S.A, IRMÃOS YAMAGI - MÓVEIS, TAPEÇARIA E DECORAÇÕES IRMÃOS MORI S.A. COMÉRCIO E INDÚSTRIA, CIRILO MOTO PEÇAS, PANIFICADORA E CONFEITARIA Q'PÃO, COMPANHIA OURINHENSE DE VEÍCULOS REVENDEDORA CHEVROLET FARMÁCIA CENTRAL , D…

MITHUO MINAMI, PREFEITO DE OURINHOS (1937-2015)

Foto Minoru, por mim editada.

Em 1968, o ourinhense Lauro Migliari, foi eleito prefeito.  Lauro já tinha experiência parlamentar, tendo sido vereador na quarta legislatura (1960-1963) e  presidente da Câmara Municipal (1960-1961. Seu vice era o engenheiro Mithuo Minami. Em 13 de dezembro do mesmo ano, sobreveio o Ato Institucional nº 5, dando início ao período mais duro dos governos militares,  após a derrubada do presidente João Goulart em 1964. Em 1º de julho de 1969,  com base no Ato Institucional nº 5, o jovem prefeito recém eleito foi cassado. Fato que traumatizou a cidade e, cujas causas até hoje não foram suficientemente esclarecidas. Há um artigo publicado pelo jornal "Debate", de Santa Cruz do Rio Pardo,  que procura lançar alguma luz sobre o ocorrido: http://www2.uol.com.br/debate/1200/cidade/cidade21.htm Com a cassação de Lauro Migliari, Mithuo Minami assumiu a prefeitura. Ele já havia sido vereador na quinta legislatura (1964-1968) De 1977 a 1983, Mithuo foi também o …

O BANCO DO ESTADO DE SÃO PAULO - BANESPA, EM OURINHOS

A origem do Banco do Estado de São Paulo  remonta a 1909, sob a denominação de Banco de Crédito Hipotecário e Agrícola do Estado de São Paulo, com capital social francês e estatal. Em 1919, o seu capital foi nacionalizado, tornando-se o governo estadual paulista seu acionista majoritário.  Em 4 de novembro de 1926, na gestão de Altino Arantes,  passou a denominar-se Banco do Estado de São Paulo, ocasião em que houve aumento do capital social e subscrição pelo Tesouro do Estado e pelo Instituto do Café de 98% do novo capital.  Aos poucos o banco estadual paulista foi abrindo agências nas principais cidades do interior. A agência de Ourinhos foi criada em meados dos anos 1940,em prédio  localizado na Rua Arlindo Luz. A sede do Banespa, então o mais alto edifício de São Paulo, foi inaugurada em 1947.

No início de 1995, o Banespa foi "federalizado",  e  após o seu saneamento, ocorreu a sua privatização em novembro de 2000. O Grupo Santander Hispano obteve o  controle acionário do Ba…

A NOMENCLATURA DE RUAS, HERÁCLITO SÂNDANO E A PRIMEIRA ESTAÇÃO DE OURINHOS

"A Voz do Povo", de 17.12.1949, publicou um artigo denominado NOMENCLATURA DE RUAS, propondo que se desse o nome  de Heráclito Sândano a uma das ruas de Ourinhos. Ao justificar a propositura, o artigo toca num assunto  que hoje talvez esteja esquecido: o local onde fora construída a primeira estação.  "Este assunto, sempre em ordem do dia, tornou-se mais evidente, desde que foram aprovados projetos de  leis neste sentido. Ainda ha pouco, o vereador Camargo Junior comunicou á Camara, que o Executivo Municipal, iria enviar um projéto no sentido de se dar a denominação de José Felipe do Amaral a uma das nossas vias publicas. Muito justa homenagem, não  ha duvida e para a qual não regateamos aplausos. Entretanto, o primeiro habitante de Ourinhos não merecia ter o seu nome perpetuado numa via publica? Quem foi o primeiro habitante, o primeiro chefe de familia que se radicou em Ourinhos, quando isto aqui era ainda plena mata?  A pergunta é facil de se responder, uma vez que Our…

PRESTES MAIA EM OURINHOS - 1949

Francisco Prestes Maia (19/3/1896 - 26/4/1965),engenheiro, foi por duas vezes prefeito da capital. A primeira como prefeito nomeado (1938-1945) pelo então interventor Ademar de Barros, a segunda como prefeito eleito (1962-1965). Graças ao prestígio obtido por ter realizado uma excelente  administração, foi escolhido pela União Democrática Nacional como candidato a governador do estado, nas eleições que ocorreriam em 1950. Para tanto, as lideranças udenistas organizaram  visitas do candidato às principais cidades do interior, ainda em 1949.



Ourinhos recebeu a visita do engenheiro Prestes Maia em 14 de agosto de 1949, conforme organização elaborada pela Comissão Diretora local composta para esse fim, constituída por: Dr. Alfredo de Almeida Bessa - presidente; Francisco Rodrigues da Silva - vice-presidente; Braulio Tocalino - l.o secretário; Rubem Prado - 2.o secretário; Olímpio Tupiná - l.o tesoureiro; João Marciano de Melo - 2.o tesoureiro. Vários prefeitos de cidades vizinhas estiveram na cidade…

O HOTEL COMERCIAL EM TRÊS MOMENTOS

O primeiro proprietário do Hotel Comercial, na Rua Antônio Prado, foi o português Antônio Ferreira Dias, que o fez construir em 1924. Na foto que vemos abaixo, de autoria de Francisco de Almeida Lopes, o hotel é visto em  seu estilo original.


Segundo relato do professor Norival Vieira da Silva,  seu sogro,  Augusto Fernandes Alonso, teria sido o projetista do prédio que foi erguido em 1939, sobre o alicerce original (Diário de Ourinhos, fevereiro de 2011).O hotel aparece nesta foto, de autoria desconhecida. Na esquina com a Praça Melo Peixoto vemos "A Vencedora", famosa casa lotérica de propriedade Américo Facini.
Nos anos 1940, o hotel sofreu uma reforma que desfigurou o seu aspecto original. É nessa condição que ele se encontra ainda hoje, hospedando muitos visitantes que demandam a cidade. Esta foto é de autoria de Francisco de Almeida Lopes.


Outros dois portugueses foram seus proprietários:João Domingues de Sá e Carlos Rodrigues, genro de Antônio J. Ferreira, comerciante na…

1948 - UM GINÁSIO ESTADUAL PARA OURINHOS

Clique sobre a foto
No dia 5 de agosto de 1948, ocorreu a cerimônia de instalação do Ginásio Estadual de Ourinhos. Com isso, alcançava o município um objetivo há muito tempo almejado. Desde 1938, o ensino secundário era oferecido, na modalidade ginasial, por uma instituição privada com subvenção da prefeitura, o Instituto Educacional de Ourinhos. No entanto, o acesso a essa modalidade não era universal na cidade, limitando-se aos que podiam pagar a mensalidade ou aqueles poucos alcançados com a subvenção municipal.  A criação do ginásio estadual foi obra do Partido Social Progressista - PSP, que estava no poder em São Paulo. O comitê local, que havia apoiado a eleição do prefeito recém eleito Cândido Barbosa Filho, desde o início do ano de 1948 desenvolvera gestões junto ao governo do Estado para alcançar aquele objetivo. Estiveram presentes à cerimônia, que ocorreu nas dependências do Grupo Escolar Jacinto Ferreira de Sá, às 15 horas: Horácio Soares,  presidente da Câmara a Municipal loc…

AS FORMATURAS ESCOLARES AO LONGO DE TRÊS DÉCADAS

Já em finais do século passado, as cerimônias de colação de grau foram deixando de existir. Isso tanto nas escolas estaduais de 1º e 2º graus, estaduais e particulares, com raríssimas exceções. Na Universidade de São Paulo, quando conclui o bacharelado em História, em 1970, eram marcados dias na Reitoria nos quais grupos de alunos colavam grau sem qualquer aspecto solene. No curso de Direito, a tradição da cerimônia ainda persistia, apesar de seu alto custo. Passei por ela em 1980, no Mackenzie. Não sei hoje como está. Nos anos 1940, 1950 e 1960, as cerimônias ocorriam no primário, no secundário e no ensino superior. As fotos que aqui seguem proporcionam uma ideia de como essas cerimônias eram bonitas, tanto em escolas estaduais que congregavam alunos de todas as camadas da sociedade, como em escolas particulares. As cerimônias ocorriam nos salões  de clubes  e em cinemas. No caso de Ourinhos, eram utilizados o Cine Ourinhos e o Grêmio Recreativo de Ourinhos. Já o Educandário Santo Antônio …

A PRAÇA PREFEITO CAMARGO, UMA HOMENAGEM A BENEDITO MARTINS DE CAMARGO

A Praça Prefeito Camargo foi criada em 1948 para homenagear o prefeito Benedito Martins de Camargo (1934-1937), falecido em 1939.Como o prefeito Camargo foi vizinho de cerca de meu avô, fui criado ouvindo referências a esse ilustre morador de Ourinhos. As novas gerações que passam diariamente por essa praça central, já nem se lembram de sua denominação, hoje é mais comum referir-se a ela como a "praça da Catedral".



Essa praça ficou muitos e muitos anos abandonada pela municipalidade, embora ali estivesse localizada a Igreja Matriz, que somente foi concluída interna e externamente nos anos 1960.  O único "adorno" que lhe deram foi nos anos 1960 com o plantio de várias mudas de flamboyant em seu entorno. Trata-se de espécime originária da ilha de Madagascar, cujas raízes externas assumem formas diversas,e que,  anualmente, nos oferece belos cachos de  flores vermelhas. Até o início dos anos 1960, a praça era ocupada por nós, garotos que moravam nas suas proximidades para…

A QUINTA LEGISLATURA DA CÂMARA MUNICIPAL DE OURINHOS (1964-1968)

Foto de autoria desconhecida, publicada por Wilson Monteiro, em seu blog.



"O período das atividades da Câmara compreendido entre a posse dos Vereadores e o término de seus respectivos mandatos é denominado LEGISLATURA". www.jurisway.org.br
Nos municípios brasileiros as primeiras eleições de vereadores pelo voto direto deram-se em 1947, após as eleições para o Senado, Câmara dos Deputados, Presidente da República, Governador de Estado e Assembleia  Estadual.  Numa cerimônia que ocorre na Câmara Municipal, o vereador recebe da Justiça Eleitoral um documento oficial que reconhece a validade de sua eleição - o diploma, de posse dele, são então empossados. Nesta foto vemos algum dos vereadores da 5ª Legislatura na cerimônia de posse. Dois deles têm nas mãos o seu diploma: Ibraim Roberto Ribeiro Abujamra e Esperidião Cury. A eles seguem-se:  Mithuo Minami, Geraldo Bernardini, Ary Francisco Negrão e Luciano Correia da Silva O pai de Ibrahim, Abrahão Abujamra, havia sido vereador nas 2ª …

1948 - UM SEMINÁRIO E UM COLÉGIO PARA OURINHOS

O ano de  1948 iniciava-se promissor. No dia 1º de janeiro era constituída a primeira legislatura da Câmara Municipal e tomava posse o primeiro prefeito eleito pelo voto direto: Cândido Barbosa Filho. Dois dias depois, o semanário "A Voz do Povo" publicava: "SEMINÁRIO JOSEFINO NOSSA SENHORA DE GUADALUPE - OURINHOS
Os Padres Josefinos têm o grato prazer de convidar o bom povo de Ourinhos para assistir á solene Benção da Pedra Fundamental
do Seminário NOSSA SENHORA DE GUADALUPE, que vai se realizar no dia 6 de Janeiro, ás 4 e meia horas da tarde.
A cerimônia será abrilhantada pelas honrosas presenças de
ilustres personalidades:
Exmo. Snr. D. Antonio José dos Santos, DD. Bispo de Assis; Exmo Snr. D. Geraldo de Proença Sigoud, DD Bispo de Jacarézinho e Exmo. Monsenhor José Melhado Campos, nosso digno Vigário Capitular. Paraninfarão a Benção da Pedra Fundamental do Seminário Josefino os Exmos. Snrs: Prof. Cândido Barbosa Filho, Prefeito Municipal de Ourinhos e exma. Sra. Dr. Anto…