16.7.16

IRINEU OLIVATO E A CASAS BURI



Nesta foto, de autoria desconhecida vemos o jovem Irineu com o filho mais velho e os dois filhos do proprietário (Yamaji) da loja ao lado da Buri, a "Casa Ipiranga".




Irineu, o pai Guido Olivato e dois filhos


No final dos anos 1950, toda cidade tinha um número grande de lojas de tecidos. Não era para menos, a "roupa feita" era ainda uma raridade e de preço elevado. Desse modo, havia muitos alfaiates e costureiras  na cidade ainda era grande.
A pioneira em Ourinhos,  em matéria de tecidos, foi a Casas Pernambucanas, ainda nos anos 1930; outras se seguiram nas décadas de 1940 e 1950.
Uma delas, que se tornou muito popular, foi a Casas Buri S/A Comercio e Indústria, fundada em 1942. Seus fundadores foram Mário Bussab e Paulo RibeiroEm pouco tempo as lojas se espalharam pelo interior de São Paulo e do Paraná.
Em Ourinhos, a loja foi inaugurada no dia 28 de fevereiro de 1957. Para gerenciá-la veio um jovem empregado da loja de Cambará chamado Irineu Olivato. Nesse mesmo ano, Irineu contraiu matrimônio em setembro com a  jovem cambaraense Maria Pirolo.






O casal alugou uma casa vizinha da nossa, na Rua Arlindo Luz. Irineu, que às vezes tinha de viajar a serviço, pedia a meus pais para que eu posasse em sua casa a fim de fazer companhia a Maria.  Foram vizinhos muito queridos.
"Irineu da Buri", como tornou-se conhecido, ficou à frente da loja até 1966. O casal teve quatro filhos: Paulo Cesar, Luis Sérgio Maria Cristina e Márcia Regina.  
Maria faleceu em 2005, Irineu, hoje com 85 anos, ainda goza de boa saúde.
A loja de Ourinhos ficava no térreo de um sobrado da Rua Paraná (hoje calçadão) entre a Praça Melo Peixoto e Rua Antonio Carlos Mori.





Um comentário:

Dalva M. Ferreira disse...

A propaganda das Casas Buri, em sua simplicidade, atingiam um público bem variado, nos recônditos do nosso país. Bacana.