Pular para o conteúdo principal

OURINHOS, 1927, A INAUGURAÇÃO DA NOVA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA E DO CORETO DA PRAÇA MELO PEIXOTO

O ano de 1927 trouxe para Ourinhos duas grandes novidades: a inauguração da nova estação da Sorocabana e do coreto da Praça Melo Peixoto. Era prefeito da cidade,o professor e dentista José Galvão (1926-1930)


E. C. OURINHENSE x NORTE DO PARANÁ

No jogo realizado  domingo p. p., nesta cidade, entre o E. C. Ourinhense e o Norte do Paraná Futebol Clube, de Ribeirão Claro, venceu o E. C. Ourinhense, pela contagem de 4 x 0 o l.o time, tendo o 2.0 empatado de 2 a 2.

BAR  ESPORTE 
Bebidas finas nacionaes e extrangeiras, doces, conservas, cigarros, latarias diversas, etc. Cervejas da “Antarctica”, a toda e qualquer hora, deliciosamente geladas. 
C. FIGUEIREDO 
P R A Ç A  M E L O P E I X O T O CAIXA, 24 - LINHA SOROCABANA
OURINHOS
(23-3-1927)

CINE-CENTRAL Está de parabéns a empreza H. Rodrigues, pois os films exhibidos nestes últimos dias têm excedido aos desejos dos freqüentadores do Cine-Central. O Central é, incontestavelmente, uma casa de diversões que prima pela escolha dos films que devem ser exhibidos em sua alva téla. Os cartazes deste cinema estão annunciando, para breve, films que, deixar de assistil-os, é praticar um crime de lesa cinematographia.
(5-4-19270

HOTEL LISBOA - Anexo um bem montado bar
Bebidas nacionaes e extrangeiras, aguas mineraes. Excelentes commodos para as Exmas. Familias e Snrs. Viajantes. PENSÃO, a começar deste mez
120$000 COMIDA 90$000 DIARIA 7$000 CAMA 2$000 Tem, tambem, CAMA a 1$500 
ADELINO DE OLIVEIRA proprietário reside no mesmo predio. 
LINHA SOROCABANA OURINHOS

O NOSSO APARECIMENTO 
Ourinhos, 21 de Janeiro de 1927.
 Ilmos. Srs. Directores da «A Voz do Povo». 
Nesta 
Presados senhores, Saudações. Tendo lido os primeiros números da folha por vós dirigida sob o titulo “A Voz do Povo”, a qual appareceu em epocha bastante opportuna e é acolhida com a maior sympathia no seio da sociedade ourinhense, peço-vos que desta data em diante me considereis assignante da mesma. Com protestos de agradecimentos e votos de prosperidades, tenho o praser de me subscrever de 
VV. SS. 
Atto. Amo.Vor. 
Benedicto Monteiro (Contador (Contadoria da S. Paulo-Paraná).

BAILES CARNAVALESCOS

Promovidos pelo Esporte Clube Operário realisar-se-ão, no Cine-Central, 4 pomposos bailes, nos dias 26, 27, 28 e l.o. As entradas custarão, para os socios 2$000 e para outras pessoas 5$000
(20-2-1927)

INAUGURAÇÃO DA NOVA ESTAÇÃO

 Será solemnemente inaugurada, no dia 22 do corrrente,  a nova estação da Sorocabana, nesta cidade. Ao espirito progressista do exmo. sr. dr. Arlindo Luz, d. d. director dessa importante via ferrea, é que Ourinhos deve a construc- ção dessa estação, uma das melhores deste ramal. A sr. dr. Arlindo Luz, e seus companheiros de directoria, estarão presentes ao acto inaugural
(A Voz do Povo, 20-3-1927)

No dia 7 de setembro de 1927, foi inaugurado o coreto da  Praça Melo Peixoto.
 A planta foi de autoria do engenheiro drº Ernesto Rosembergerer e a construção esteve a cargo do sr. Henrique Tocalino. O drº Ernesto era engenheiro da Cia Siemens, e estava na cidade dirigindo a construção da ponte ferroviária da Companhia Ferroviária São Paulo-Paraná sobre o rio Paranapanema.
Ele e a esposa participaram do baile carnavalesco do Grêmio Recreativo de Ourinhos de 1927. "A Cidade de Ourinhos, 6-3-1927", em "Ourinhos - memórias de uma cidade paulista", de autoria de Jefferson Del Rios Vieira Neves.


NOVO CORETO
 Domingo p., á noitinha, no recem-inaugurado coreto haverá pela corporação musical, uma aprazível retreta.

(A Voz do Povo, 15-9-1927)



Foto de autoria desconhecida, inserida no livro acima citado.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O CINQUENTENÁRIO DA TURMA DE DEBUTANTES DE 1966 DO GRÊMIO RECREATIVO DE OURINHOS

A edição de 3 de setembro de 1966 do jornal O Progresso de Ourinhos saiu com a capa em cores, sendo praticamente dedicada a reportagens sobre as debutantes de 1966 do Grêmio Recreativo de Ourinhos. Na capa, a manchete foi:


Alice Chiarato, Ana Cristina Paula Lima, Aparecida de Oliveira, Cleide Prioli Gaudêncio, Cleonice das Graças Teixeira, Déa Maria dos Reis, Eloisa de Azevedo, Guacyra Maria Ferrari, Mariângela Baccili Zanoto, Mariângela Cury, Maria Ângela Pinheiro, Maria Dilza de Freitas Faria, Maria Silvia Bueno de Campos, Sílvia Nicolosi Correia, Silza Saccheli Santos







Nas páginas seguintes, as debutantes de 1966 foram entrevistadas sobre algumas de suas preferências e aspirações. Cada uma das debutantes tiveram sua foto publicada no topo da entrevista





O ator  preferido das adolescentes foi, de longe,  Rock Hudson, seguido por Alain Delon; já quanto ao cantor a preferência foi por Agnaldo Rayol.
Rock Hudson
À pergunta sobre a vocação foram citadas: engenharia química, psicologia, música, …

DE VOLTA PARA O PASSADO: 1961, AS TORRES DA IGREJA MATRIZ DO SENHOR BOM JESUS

À esquerda padre Domingos Trivi, à direita padre Eduardo Murante

Nesta edição comemorativa dos sessenta nos do mais antigo jornal de Ourinhos, a "Folha de Ourinhos", nada melhor do que um assunto próximo às origens do semanário veterano. Numa das últimas visitas que fiz ao nosso  saudoso  amigo drº Antonio Ferreira Batista, que foi gerente do Banco do Estado de São Paulo - Banespa entre os anos de 1950 e 1960, quando comentei algo sobre o Padre Domingos Trivi, o srº Ferreira contou-me que havia sugerido a esse pároco uma grande ação para que a Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus tivesse finalmente suas torres concluídas. Desde os finais dos anos 1940, quermesses, leilões de prendas e outras ações por parte dos paroquianos tornaram possível a edificação da nova Igreja Matriz.  
Concluída na parte interna, embora ainda sem um acabamento mais fino,  já nos primeiros anos da década de 1950, cerimônias foram sendo realizadas no novo templo. 
Era necessário, então, a finalização de sua f…

LIBERTO RESTA (1914-1984), O CHEFE DO ESCRITÓRIO DA SANBRA

Nessa foto de autoria de meu pai,vemos Liberto e Ditinho acompanhados por Arlindo (trabalhava na seção pessoal da Sanbra) no acordeão e Robertinho (trabalhava na Coletoria Estadual), por ocasião de uma homenagem a Ourinhos no programa televisivo de Homero Silva, no final dos anos 1960.

Nesta foto vemos o casal Liberto e Ynira, a filha Rosa Maria, Ivone Duarte de Souza, esposa do gerente da Sanbra José Fernandes de Souza e a filha Cristina por volta de finais dos anos 1950.

Os dois anos e meio em que trabalhei na Sanbra foram marcantes para mim Muitos dos empregados da fábrica e do escritório tornaram-se um paradigma para minha vida profissional ao longo de 50 anos. Um deles foi Liberto Resta. Ingressei com 15 anos no escritório, na condição de aprendiz. Liberto era o chefe do escritório.
Foi o responsável pla formação da primeira equipe do escritório da Sabra em Ourinhos.
Na foto abaixo vemos Liberto juntamente com alguns empregados do escritório e da fábrica, no ínicio dos anos 1950.
Aga…