ADEUS A MARIA DILMA DE FREITAS FARIA MIGILIARI

Dilma e suas duas filhas

Maria Dilma partiu para outras esferas em Presidente Prudente, onde residia com o marido Nelson Migliari.
Deixou duas filhas e netos. 
A sua legião de amigas e amigos de Ourinhos hão de se lembrar sempre da sua meiguice e calor humano, herança   de sua querida mãe, dona Cida Freitas.
O enterro será amanhã, em Ourinhos, 15 horas.
Aos familiares  nossos sentimentos.
A segunda  foto nos mostra Maria Dilma, a segunda da esquerda para a direita, com seus colegas de curso normal, num pic-nic no Clube Diacuí. (9/4/1964).

Dilma é a segunda da esquerda para a direita, em pé..

"(...)
A vida significa tudo 

o que ela sempre significou, 

o fio não foi cortado.

Porque eu estaria fora 

de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora 
de suas vistas?

Eu não estou longe, 
apenas estou 
do outro lado do Caminho...

Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.



Atribuído a santo Agostinho.


Comentários

Cristina Souza disse…
Maria Dilma

Uma pessoa especial, inteligente, simples, elegante, diferente.
Não se contaminava por futilidades, empunhava bandeira política quando determinada.
Casada "até que a morte nos separe" com Nelson Migliari, seu companheiro apaixonado sempre. Duas filhas lindas, Fabiana e Fabrícia.Netos. Seu único filho homem deixou essa vida muito jovem. O casal já havia perdido um bebê de poucas semanas (menino) entre a primeira e segunda filha.
Sua mãe, dona Cida Freitas, guerreira, forte e queridíssima. Deixa a irmã de Maria Aisna. A outra irmã, Dilsa morreu em 1989, minha amiga e sócia.
Enfim a sina da familia Freitas, família que considero um pouco minha também.
Dilma, descanse em paz!
Cristina
Marisa Ferreira Batista Ferrazoli disse…
Querido

Obrigada.Fiquei realmente muito triste.Por ela ter partido tão cedo, pela Dona Cida e Aisna que agora tbém fica
sem a irmã.

Apesar de não vê-la há muitos anos recordo como uma pessoa,alegre,doce e querida.
É realmente uma pena e uma grande tristeza.

Abraços
Professor Dirceu disse…
Caro José Carlos;
Uma notícia horrível essa..
Fomos colegas de classe no Curso Normal nos anos 60 e a Dilma foi sempre uma excelente pessoa,amável ,gentil, grande amiga de todos...
(A foto postada foi tirada no dia 09 de outubro de 1964)
Joel Guardiano disse…
José Carlos
Obrigado por postar esta notícia. Fica a minha tristeza pela notícia do falecimento
da Dilma. Eu morava duas quadras acima da loja da Dna Cida. É, envelhecer é perder laços,
amigos, amigas e lembranças.
Joel
Hiromi Shibata disse…
Querido José Carlos,
Tentei postar uma mensagem, mas creio que não consegui.
De qualquer forma, quero lhe agradecer pela informação. Estou muito triste e repassei a notícia para a amiga Kumiko que também a conhece.
Quando você postou a foto da Diacuí, tempos atrás, a Dilma referiu-se à Kumiko.
Agora fica a saudade e a lembrança de uma companheira dos tempos do Normal, muito delicada e linda, lindíssima.
Deixo abraços para a família dela.
Beijos,
Hiromi.
Madison Néves disse…
Parabéns Jose Carlos por lembrar dos Ourinhenses , a Dilma não é do meu tempo , mas é muito bonito essas lembranças,homenagens , chego a ficar emocionado, que saudade do meu tempo de criança em Ourinhos.

Parabéns
Noel Cerqueira disse…
Olá José Carlos;

Nosso mensageiro ! Dias atrás foi a morte de Dilma Freitas Faria -
filha do Sebastião Faria e da Aparecida Freitas. Ele ferroviário de
boné vermelhbo e ela comerciante de sucesso. Fui ao velório do senhor
Sebastião - trazia no peito o boné vermelho, privativo do chefe e
sub-chefe da estação - a família ainda morava na Gaspar Ricardo
esquina com rua Amazonas. Deparei do outro lado do caixão com a
Dilma, com seu olhar lânguido e distante revelando sua imensa tristeza
- tive vontade de acolhê-la, mas a timidez do quase-adolescente não
permitiu. Agora, chega a notícia da morte de dona Terezinha - minha
primeira professora, ainda no jardim da infância do "grupão". Mulher
altiva, de uma beleza exuberante e de uma doçura incomum. "Miguelzinho
Cury", Eliane do Espirito Santo e outros colegas de classe devem se
lembrar. Confesso que seu casamento com Ibrahim foi minha primeira
decepção amorosa. - ainda aos 6 anos de idade, ponha
precocidade.nisso. A fotografia anexa à notícia revela que dona
Terezinha manteve a bela aparência por toda sua longa vida. Meu
respeito e essas lembranças embalam nossa tristeza pela duas
passagens. Forte abraço, Noel.