15.6.15

A RUA 9 DE JULHO ENTRE A ARLINDO LUZ E A PARANÁ


Este trecho da Rua 9 de Julho, antiga Minas Gerais, tornou-se local de passagem obrigatória dos desfiles de 7 de setembro, a partir da metade dos anos 1940.
Ali havia dois estabelecimentos bancários, um deles a Caixa Econômica Federal (do lado esquerdo da foto), o prédio de três andares de Frederico Hahn, fotógrafo alemão estabelecido na cidade desde o início dos anos 1930 ( lado direito quase na esquina com Arlindo Luz. Lá ele tinha o seu estúdio fotográfico (Foto Vitória) e a sua residência.
Do  lado direito da foto, vemos a residência do industrial Ítalo Ferrari, recém-construída no novo estilo da lavra de Henrique Tocalino,  de final dos anos 1940. Em seguida, havia um terreno vazio, provavelmente de propriedade de Arquipo Matachana, onde o filho Alberto construiu a "Casa Alberto", especializado em roupas e calçados.
Não foi possível identificar a escola que desfilava naquele instante.






Do mesmo local, o andar superior do prédio da esquina com rua Paraná, é esta foto  que contém uma data: 7-9-1950. Nela se veem novamente o sobrado de Frederico e a residência dos Ferrari. No local da Caixa Econômica Federal, está hasteado o pavilhão nacional. No terreno baldio, em cujos muros vemos propaganda política do candidato da UDN para presidente da república, o Brigadeiro Eduardo Gomes, estava instalado um parque de diversões.







3 comentários:

Anônimo disse...

A casa vizinha ao lado direito do Frederico Hans, foi a primeira casa em que meus pais moraram em Ourinhos após sua formatura em 1936. Eu e Joaquim Luiz nascemos enquanto meus pais moravam ali, até 1942. Dalí fomos para a Rua do Expedicionário, 450(?). Em 1950 mudamos para a Av. Altino Arantes, 141 (?) e, finalmente, de lá fomos para a Rua Euclides da Cunha, 690, onde, em 1978, faleceu minha mãe e, em em 1982, meu pai.
Alfredo de Almeida Bessa Junior.

Alvaro. disse...

Olá José Carlos,td bem com vc,espero que esteja bem,não vi mais os seus emails que me encantava quando abro nos domingos,um abraço.

PEREIRINHA disse...

Dona Lilia; gostaria de pedir a snhora um favor, para que consulte nos arquivos da RADIO club de Ourinhos e nos jornais da epoca que vai de 1957 a 1968 aonde tive com meu irmao uma das duplas mais famosas dessa epoca que era Pereira e Pereirinha e tive programa na radio clube por 10 anos e trabalhamos nas 2 eleiçoes que domingos camerlingo callo foi eleito prefeito de ourinhos. na epoca. Dona Lilia tenho muitos acontecimentos na area artistica sertaneja da cidade de ourinhos e da radio clube desde la de 1956 quando ela foi reinaugurada em 1956 com transmiddores novos que meu primo, livino ribeiro de camargo instalou, e em 1960 quando a radio cub pegou fo eu estava la e ajudei a apagar.tenho nomes de varias duplas da epoca. SE senhora quiser saner tudo com detalhes faço parte dessa historia e gostaria d lhe diser. tel.971758546,OU NO FC.ANESIO @ YAHOO.COM .BR OU TEL RES.36038320, PEREIRINHA. POR FAVOR ME RESPONDA OK TENHO VARIAS HISTORIAS DA VIDA DE OURINHOS DE 1957 A 1968 QUE NAO CONSTA NOS ARQUIVOS DE HISTORIAS DE OURINHOS E REGIAO POI EU SOU NATURAL DE IRAPE DIST.DE XAVANTES .Com minha dupla Pereira e Pereirinha ganhei 18 trofeus e fomos contratados para varios swous comicio nas eleiçoes de janio, adhemar. jucelino ai na praça da matriz co 70 80 mil pessoas, e estranho as fotos tiradas pelos jornais da epoca ai de ourinhos, nao constar em nenhuam lugar da historias de ourinhos e varios acontecimentos tambem acontecidos nao constar nenhum registro..por exemplo os jornalistas, erineu verones que saiu da radio club e veio para radio cacique de santos, o carvalho, cido Leitte, Ze maria o jose antonio sanches o japones, os tecnicos de som Moadir e Moacir. a lucia da discoteca, o prof. Jairo Prof. de eletronica e outros que nao da tempo de diser. . Fico no GUARDO. Se uiser entre no yotub em Pereirinha solos de viola caipira que vera solos de violas . meu do tiao carreiro, bambico. Eu e meu irmao saimos dai a convitr de tiao carreiro e pardinho, para radio nacional, radio piratininga no programa Lari larai do augusto toscano em 1967. eu faço parte dessa historia que nao consta em nenhum registro da historia de ourinhos. GRATO E SUCESSO. [EM AGUARDO A SUA RESPOSTA.]