17.1.15

MARLI FERREIRA BATISTA E O BAILE DA MISS ELEGANTE BANGU DA MÉDIA SOROCABANA DE 1960

A Companhia Progresso Industrial do Brasil Fábrica Bangu, que situava-se  na cidade do Rio de Janeiro, foi fruto do surto industrial que se seguiu ao advento da República, o período chamado "Encilhamento".   Muitos dos empreendimentos desse período falharam, mas essa empresa fundada por dois banqueiros famosos, o Conde de Figueiredo e o Barão de Salgado Zenha, do Banco Nacional Brasileiro, sobreviveu até 2005.


Foto  por  Jean Manzon, cerca de 1950 , in http://rjantigo.blogspot.com.br

A empresa construiu uma vila operária, já que a fábrica ficava a 31 quilômetros do centro do Rio.
A fábrica de tecidos contava com 1200 teares, 1900 cavalos vapor de força e 1600 operários.
Em 1951, a esposa de um dos donos da empresa, criou o Concurso Miss Elegante Bangu, evento beneficente. Esse certame logo virou atração nacional. Clubes de todo o país escolhiam suas representantes.


No ano de 1958, desfilaram no Rio de Janeiro 104 representantes. A vencedora  recebia como prêmio  uma viagem à Europa.
Os trajes eram confeccionados com tecidos Bangu.
Por meio de  artigo do jornal - DEBATE - , de Santa Cruz do Rio Pardo, ficamos sabendo que o baile Miss Elegante Bangu da da Média Sorocabana iniciou-se logo após a inauguração do Icaiçara Clube, em 1959. A primeira "Miss Elegante Bangu" foi Edméia Elisa Silva Corazza. Segundo Edméia, quem vendia tecidos Bangu era  a Loja Riachuelo. O vestido fora confeccionado por sua mãe. (http://www2.uol.com.br/debate/1539/cadd/cadernod01a.htm)

Nas páginas de "O Diário da Sorocabana", de  8-10-1961, encontramos um anúncio sobre esse baile:
 

Minha amiga  Marli Ferreira Batista (1944-2006) teria completado 70 anos no dia 10 de outubro passado.
Em sua homenagem este artigo foi concebido, ela que foi a representante de Ourinhos, no baile do dia 22-10-1960, em Santa Cruz do Rio Pardo. 



Anteriormente a esse desfile, Marli desfilou no Grêmio Recreativo de Ourinhos.  






Nenhum comentário: