Pular para o conteúdo principal

O GRÊMIO ESTUDANTIL RUI BARBOSA - GERB - DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO HORÁCIO SOARES

Meu primo, o jornalista Jefferson Del Rios Vieira Neves, enviou-me esta relíquia: uma ata de reunião do GERB, o grêmio estudantil do IEHS. Trata-se de documento importante para a história da educação em Ourinhos, razão pela qual pedi sua autorização para publicá-la neste blog.
Aliás é importante divulgar aqui que Jefferson acaba de lançar pela IMESP, em dois volumes, uma coletânea das críticas que ele escreveu sobre teatro ao longo de 40 anos:
JEFFERSON DEL RIOS VOL. 2



Ata da reunião extraordinária da diretoria do Grêmio Estudantil Rui Barbosa realizada aos seis dias do mês de maiol, às 19.30 horas, no Instituto de Educação "Horácio Soares" com a presença dos seguintes membros: Srs Antonio Mantovani Filho, Jefferson Del Rios Vieira Neves, Yukio Maeda, Osvaldo Perino, Elias Romão Marão, Paulo Cesar de Oliveira, Nelson Simões, João Tamante Saladini, Cláudio Bacilli, Pierre Coppieters.
Aberta a sessão pelo presidente, o mesmo encarregou o sr.Jefferson Del Rios de apresentar relatorio sobre as providências a serem tomadas para a fundação do Teatro dos Estudantes que o sr.Jefferson pretendia organizar.
Visto a necessidade de treinos para os elementos que comporão a fanfarra do corrente ano, o sr. Presidente nomeou para recolher os instrumentos e ver o que faltava neles o sr.Osvaldo Perino que deverá apresentar suas conclusões nas proximas reuniões.
        Sendo proposta a nomeação de um diretor esportivo, foram apresentados três nomes: srs Cláudio Bacilli, Yukio Maeda, Osvaldo Perino, sendo que, com votação secreta, venceu o sr.Claudio Bacilli com 4 votos. A seguir nomeou-se os diretores de cada modalidade que são: Tenis de Mesa - srs.Yashiro Yamamoto e Yunia Yamamoto; Futebol de Salão - Sr. José Roberto Vitta e Nelson Beltrami .Futebol de Campo -  sr. Francisco Constante e Eurico de Oliveira Santos. Basquetebol e Voleibol - Srs. Yukio Maeda e Paulo Airton Ribeiro; Beisebol - Srs Yashiro Yamamoto e Yunia Yamamoto. Atletismo - Sr Yukio Maeda e srta Maria Mercante. Xadrêz - Sr. José Laydir de la Torre.
Em seguida, o sr. Presidente falou que, como todos os anos , também  esse ano teriamos o Baile Junino, e encarregou o sr. Paulo Cesar de Oliveira de, na proxima reunião,  apresentar as necessidades da biblioteca.
Tendo o sr.Nelson Simões proposto a realização de aulas suplementares ficou encarregado de apresentar na proxima reunião
as matérias que seriam necessárias para tais aulas.
Tomando novamente a palavra, o sr. Presidente declarou que o Gerb fara uma Páscoa dos Estudantes, a qual deverá ser realizada em breve.
 Nada mais a tratar, o sr. Presidente ofereceu a palavra a quem dela quisesse fazer uso, e ninguém se manifestando declarou encerrada a sessão, e eu Elias Romão Marão lavrei a presente ata que vai por mim e demais membros assinada. 
ass: Elias Romão Marão

Jefferson fez as seguintes observações:

Observações
Três cargos eram exclusivos do 2o Ciclo (Cientifico, Clássico e Normal): presidente, vice e secretario geral, respetivamente Antonio Mantovani,  José Roberto Vitto e  Osvaldo Perino.
Há, portanto, diferenças de idades na diretoria. Eu estava com 15 anos. Meu cargo era de 1o Vice- Presidente (sic). Ginasial.
* Aceitavamos tranquilamente os termos bacharelescos-cartoriais das atas. A formula já vinha de antes.
* Esse documento atesta que tenho 51 anos de teatro. Realmente fundei o Teatro Estudantil de Ourinhos (T.E.O) que encenou duas peças no salão de festas do Templo Protestante da rua São Paulo. Direção de Anibal Garcia Siqueira. No elenco do espetáculo "O Escravo", de Castro Seromenho, um melodrama tremendo, estavam Pierre, Iner Prado e eu. Do segundo, por estranho que pareça, não me lembro direito do elenco. Era uma sessão de Juri. Fiz o advogado de defesa. O réu - que se redime no final - era (acho) Anibal. Esse texto também melodramático foi escrito por um rapaz da cidade cujo nome me esqueci. Fizemos apresentações em Candido Mota e Cornélio Procopio dentro da conexão protestante do Anibal
** Já faleceram Francisco Constante, Nelson Beltrami, José Roberto Vitto e Pierre Coppieters.
Nelson Simões e Yukio Maeda  sumiram "na poeira das ruas". José Laydir reside em Curitiba. Iner Prado mudou-se para Presidente Prudente. Gostaria de saber dela.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O CINQUENTENÁRIO DA TURMA DE DEBUTANTES DE 1966 DO GRÊMIO RECREATIVO DE OURINHOS

A edição de 3 de setembro de 1966 do jornal O Progresso de Ourinhos saiu com a capa em cores, sendo praticamente dedicada a reportagens sobre as debutantes de 1966 do Grêmio Recreativo de Ourinhos. Na capa, a manchete foi:


Alice Chiarato, Ana Cristina Paula Lima, Aparecida de Oliveira, Cleide Prioli Gaudêncio, Cleonice das Graças Teixeira, Déa Maria dos Reis, Eloisa de Azevedo, Guacyra Maria Ferrari, Mariângela Baccili Zanoto, Mariângela Cury, Maria Ângela Pinheiro, Maria Dilza de Freitas Faria, Maria Silvia Bueno de Campos, Sílvia Nicolosi Correia, Silza Saccheli Santos







Nas páginas seguintes, as debutantes de 1966 foram entrevistadas sobre algumas de suas preferências e aspirações. Cada uma das debutantes tiveram sua foto publicada no topo da entrevista





O ator  preferido das adolescentes foi, de longe,  Rock Hudson, seguido por Alain Delon; já quanto ao cantor a preferência foi por Agnaldo Rayol.
Rock Hudson
À pergunta sobre a vocação foram citadas: engenharia química, psicologia, música, …

LIBERTO RESTA (1914-1984), O CHEFE DO ESCRITÓRIO DA SANBRA

Nessa foto de autoria de meu pai,vemos Liberto e Ditinho acompanhados por Arlindo (trabalhava na seção pessoal da Sanbra) no acordeão e Robertinho (trabalhava na Coletoria Estadual), por ocasião de uma homenagem a Ourinhos no programa televisivo de Homero Silva, no final dos anos 1960.

Nesta foto vemos o casal Liberto e Ynira, a filha Rosa Maria, Ivone Duarte de Souza, esposa do gerente da Sanbra José Fernandes de Souza e a filha Cristina por volta de finais dos anos 1950.

Os dois anos e meio em que trabalhei na Sanbra foram marcantes para mim Muitos dos empregados da fábrica e do escritório tornaram-se um paradigma para minha vida profissional ao longo de 50 anos. Um deles foi Liberto Resta. Ingressei com 15 anos no escritório, na condição de aprendiz. Liberto era o chefe do escritório.
Foi o responsável pla formação da primeira equipe do escritório da Sabra em Ourinhos.
Na foto abaixo vemos Liberto juntamente com alguns empregados do escritório e da fábrica, no ínicio dos anos 1950.
Aga…

DE VOLTA PARA O PASSADO: 1961, AS TORRES DA IGREJA MATRIZ DO SENHOR BOM JESUS

À esquerda padre Domingos Trivi, à direita padre Eduardo Murante

Nesta edição comemorativa dos sessenta nos do mais antigo jornal de Ourinhos, a "Folha de Ourinhos", nada melhor do que um assunto próximo às origens do semanário veterano. Numa das últimas visitas que fiz ao nosso  saudoso  amigo drº Antonio Ferreira Batista, que foi gerente do Banco do Estado de São Paulo - Banespa entre os anos de 1950 e 1960, quando comentei algo sobre o Padre Domingos Trivi, o srº Ferreira contou-me que havia sugerido a esse pároco uma grande ação para que a Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus tivesse finalmente suas torres concluídas. Desde os finais dos anos 1940, quermesses, leilões de prendas e outras ações por parte dos paroquianos tornaram possível a edificação da nova Igreja Matriz.  
Concluída na parte interna, embora ainda sem um acabamento mais fino,  já nos primeiros anos da década de 1950, cerimônias foram sendo realizadas no novo templo. 
Era necessário, então, a finalização de sua f…