HONORÁRIOS MÉDICOS - OURINHOS 1938

Na edição de sábado, 26 de Novembro de 1938, o jornal "A Voz do Povo" publicava um comunicado dos médicos de Ourinhos sobre os honorários cobrados:


"(...).
Resolvemos a partir de 1º de Dezembro adoptar a seguinte tabella para honorarios medicos:
Consulta medica no consultorio                         Rs. 20$000
Visita a domicilio                                                 Rs. 30$000
Visita fóra da cidade, a partir de                       Rs. 40$000
Conferencias medicas a pedido da
familia                                                                  Rs. 100$000
Ourinhos, 24 de Novembro de 1938."





Dr. Octacilio de Camargo Penteado
Dr. Hermelino de Leão
Dr. Diogenes G. Ribeiro
Dr. Alfredo de Almeida Bessa
Dr. Ovidio Portugal de Souza
Dr. Sebastião Augusto de Castro
Dr. Flanklin Correia


Não posso afirmar, mas creio que são os 7 médicos dessa foto que é de 1938, dos quais somente conheci o dr. Ovídio, dr. Bessa e dr. Hermelino.
Para se ter uma idéia aproximada do que representavam esses valores informo que, em 1937, o quilo da carne de porco era vendido em Ourinhos a 2$000, o toicinho fresco 4$000, linguiça 4$000 e a a banha derretida 5$000. Uma bolsa escolar de madeira grande custava 3$000 e uma pequena  2$500.

Comentários

jOSÉ CARLOS MARÃO disse…
José Carlos Marão Naqueles antigamente, muito antigamente, o doutor Diógenes dividia a Clínica de Olhos, Ouvidos, Nariz e Garganta com outro médico, acho que era doutor Durval. Como bem lembrou o Germaneo Toloto, o enfermeiro era o Dito. Havia uma pensão em frente, Pensão Santa Luzia, que hospedava principalmente pessoal do norte do Paraná que vinha tratar da vista. O Dito fazia os curativos diários. Acho que tinha outro que trabalhava lá, o João Seca-Tudo. Vixe, como isso é antigo...