O SOBRADO DA FAMÍLIA CURY



A edição de 9/8/1931, do jornal "A Cidade de Ourinhos, publicou:
"Os srs Miguel Cury e João Fiorillo, tendo adquirido do Banco Commércio e Indústria o terreno sito à esquina da Praça Mello Peixoto e rua São Paulo, vão proceder à construção imediata de dois ótimos prédios" ( in: Jefferson Del Rios - Ourinhos - Memórias de uma Cidade Paulistana, p. 226).
As referidas construções efetivamente foram erguidas.
Miguel Cury fez edificar um belo sobrado residencial, com estabelecimento comercial ao lado.
Essa edificação, uma das mais bonitas da década de 1930, esteve presente na Praça Mello Peixoto até os anos 1970, creio.
O prédio da esquina era o de João Fiorillo, que nele instalou a bela "Joalheria Fiorillo".
Ao lado do seu sobrado residencial, Miguel Cury instalou sua Agência Chevrolet, que também aparece na foto. Anos mais tarde, essa agência foi reformada, vindo a ser mais bela da cidade no gênero.
Nesta foto, o sobrado está passando por uma pintura externa, trabalho que esteve a cargo de Alfredo Devienne, primo de meu pai, e que, à época, empreitava trabalhos dessa natureza. Nos anos 1940, Alfredo montaria um importante estabelecimento comercial na Rua Paraná - a "Casa dos Fogões".
Na foto, vemos Alfredo, em primeiro plano, ao lado da bomba de gasolina da Agência Chevrolet.

Comentários

Caro primo.
Meus parabéns por mais essa divulgação de um capítulo da historia municipal. Grato por citar meu livro (Esgotado, aliás. Só a cidade, as pessoas, poderão levar a Prefeitura reedita-lo)
Esta praça foi o centro animado da vida ourinhense. Tudo se passava nela ou por ela, da política à diversão pública.
É dificil hoje alguém imagina-la como foi nos seus grandes dias.Mudanças urbanas são inevitáveis, mas se houver intesse pelo patrimonio historio físico e pelos chamados bens imateriais, há sempre um meio de se dar nova vida a espaços que tiveram significação maior. Mas é preciso coragem e senso de futuro. O centro de Ourinhos está bastante sucateado, congestionado, tomado por um comercio sem regras estéticas-urbanisticas. Ficamos assim, à espera de uma prometida revitalização.
Jefferson Del Rios