VELHOS CARNAVAIS



Os Carnavais, no Grêmio Recreativo de Ourinhos, eram concorridos desde os anos anos 1920, embora, é claro, com um número reduzido de frequentadores. Ali se divertia a elite da cidade. Havia, também, bailes carnavalescos promovidos por outras associações, como o Esporte Clube Operário que anunciava, em 1927, a realização de quatro noitadas: 26,27,28 e 1º de março, no Cine Central, sendo cobrado dos sócios dois mil réis e dos não sócios cinco.
Esta foto, do início dos anos 1930, dá uma idéia do quanto eram animados os bailes do GRO. Nela foi possivel identificar:
José Esteves de Mano Filho, no canto à esquerda, trajando um pijama como fantasia. Ele foi empregado da Cia Ferroviária São Paulo-Paraná, tendo sido também prefeito municipal, após a renúncia do prefeito Benedito Camargo, em 1936.
no Bloco das Malandras (ao centro) foram identificados:
- na primeira fileira (centro) - Mário Thomé, Bráulio Tocalino, que foi casado com Diva Milani e Ziza Milani;
- sentados no chão (à frente do bloco) - Diva Milani, Hercília Bugeli abraçada em Rafael Papa, que foi casado com Adalgisa Tocalino, em seguida Henriqueta Tocalino, que foi casada com Veridiano de Souza Filho.
Uma nota, o uso de lança perfume era totalmente liberado como podem observar.


Foto:autoria desconhecida

Comentários

Francisco Soares escreveu

Peguei muitos carnavais, desde quando o Gremio era no piso superior do Correio (que era gerenciado por dona Alice Machado, e ficava na Rua .São Paulo)
Um abraço Chicão