NO TÚNEL DO TEMPO: ELEIÇÕES NOS ANOS 1950.



Esta é uma foto interessante que remete às práticas eleitorais de outros tempos.
A eleição é a de 1950, quando os eleitores escolheriam o governador que sucederia a Ademar de Barros, que então patrocinava o seu Secretário de Estado de Viação e Obras Públicas, engenheiro civil Lucas Nogueira Garcez (1913-1982). A agremiação política que os sustentava era o Partido Social Progressista, o PSP. O prestígio de Ademar e a boa gestão do engenheiro Garcez possibilitaram a permanência do PSP no poder.
Em Ourinhos, o PSP era um partido com larga penetração. O seu diretório, no início dos anos 1950, era constituído por:
Presidente – Pedro Féres Mattar
1º Vice – Tito Tibúrcio do Prado
2º Vice – Jeanduy Perino
3º Vice – drº Durval da Gama Filho
4º Vice – Mario Ribeiro da Silva
Sec. Geral – Evaristo Saraiva
Subsecretário – Ormuz Pereira Cordeiro
Sec. Assistente – João Rodrigues Martins
Tesoureiro – Ciro Silva
1º Tesoureiro – José Garcia de Oliveira
2º Tesoureiro – Antonio Carlos Mori
O veículo utilizado para a propaganda pelas ruas da cidade, que vemos na ilustração, está estacionado na praça Melo Peixoto. Nele, há fotos de Ademar, do candidato Garcez e de Horácio Soares. As propagandas afixadas no carro divulgavam slogans do PSP na época: “São Paulo não pode parar” e “Pelo povo com o povo” Há, também, os dizeres: “Cédulas aqui”, isso porque na época não havia cédula única, cada candidato tinha a sua cédula que era distribuída pelos próprios partidos e colocada na urna pelos eleitores.

Foto por Francisco de Almeida Lopes

Comentários