EDUARDO MATOSINHO


Eduardo é um ourinhense com talento. É irmão da Edna, minha amiga de infância. Criou um blog muito interessante, do qual transcrevi esta bela poesia:

Visões de hoje do outrora
Na tenra juventude interiorana
Colecionei de cigarros a moedas
O jabuti que tive eu pintei o casco
No rio aperfeiçoei meu nado
Aprendido na piscina azul do clube

Diacuí e que guarda a memória de 32

Dessa Ourinhos dos anos 70
Guardo pouca coisa: um desenho
Um guache que resiste trazendo a cor
Desse passado que marcou
Esse Eduardo de verde escuro

De marrom de terra, mato, coqueiro

Passei de ano a ano em busca da escola
Da vida em que me procuro ainda hoje
Saltei da Rua São Paulo para a cidade
Homônima e para a origem não volto mais
A não ser nos sonhos que se repetem

E que trazem visões de minha outra casa

E que não me deixam esquecer os tempos
Em que colecionei, pintei e nadei
E que andei de bicicleta e saltei na areia
Da obra do pontilhão que perfurou
A minha rua rumo ao desconhecido
E ao futuro que percebo hoje, maduro


Comentários