19.5.12

OS PRIMÓRDIOS DO TEATRO EM OURINHOS: O GRUPO DE AMADORES TEATRAIS OURINHENSE - GATO


Descobri há  poucos dias ,  graças a um folheto de propaganda do Grêmio de Amadores Teatrais Ourinhense -   "GATO" -  guardado com carinho pela viúva de Herculano Neves, a participação de três tios meus  mais Euclides Valvassori, Álcio Gomes, Olavo Mantovani, Leonor de Campos, Nair Graciano, Juracy Valvassori e Vivaldi Vigna nas primeiras iniciativas teatrais em Ourinhos.











Herculano Neves (1927-1985) foi aluno das primeiras turmas do Ginásio de Ourinhos. Após sua formatura, em 1945, foi para São Paulo onde fez o curso secundário e ingressou no curso de Direito na Faculdade do Largo São Francisco, da Universidade de São Paulo. Recém-formado, foi um dos advogados de defesa que atuaram no processo movido contra os participantes das  associações secretas japonesas que atuaram no Brasil no transcorrer da Segunda Guerra Mundial. Foi o maior e mais longo processo criminal do Judiciário brasileiro (durou 12 anos e 4 meses).

Alguns anos depois, escreveu um livro sobre esse processo:" Neves, Herculano. O processo da "Shindo-Renmei" e demais associações secretas japonesas. Sao Paulo: n.p., 1960", hoje referência bibliográfica em diversos trabalhos acadêmicos sobre o assunto. 

Herculano escreveu ainda dois livros que criticavam a estrutura sócio-política vigente: "Eu te arrespondo Carolina - São Paulo, 1961" e "321 perguntas a um brasileiro - São Paulo - São Paulo, Fulgor, 1963 (Coleção Universidade do Povo)" . Foi também autor do livro "Pequena Cartilha do Socialismo Revolucionário - São Paulo, Fulgor, 1963". Herculano foi casado com Geny Deotti Bonelli Neves.
  • Drº Herculano Neves e a esposa Geny



  • Maria Aparecida Carlos Neves (1923-2010)
Sebastião Neves (1920-1956)trabalhou na organização do Censo de 1940 em Ourinhos. Após seu casamento com Maria Aparecida Carlos Neves,  mudou-se para Itapeva onde  se estabeleceu como despachante. Lá faleceu  repentinamente quando participava de uma pescaria, no dia 21-4-1956.
  • Herculano Neves, Sebastião Neves e Francisco de Almeida Lopes, em 1/1/1943.


  • Sebastião Neves e a irmã Maria Neves em 1943.




Maria Neves (1925-1999) estudou no Externato Rui Barbosa. Foi funcionária da Companhia Telefônica Brasileira.
  
Além do "GATO", a cidade contava com o Grupo Mariano de Amadores Teatrais. 
  • Integrantes do "GATO"(Sebastião,Herculano,Vivaldi, Leonor, Maria, Nair, Juracy, Euclides, Álcio e Olavo)   em frente a Igreja Matriz, no dia 15 de junho de 1942, quando se apresentaram na peça “Almas do outro mundo”, comédia em 3 atos .


O grupo já atuava desde 1941:

29-3-1941


Pelo Theatro

Coforme nos informou o seu diretor, o já conhecido
Gremio de Amadores Theatraes de Ourinhos, está organizando mais uma “suculenta”noitada de arte, que será levada a effeito no proximo dia 14 de Abril. O programma constará da apresentação de uma formidável comedia em treis actos, intitulada : “ O Maluco n. 4" inédita não só para esta cidade,
como para todo o interior, pois a mesma foi apresentada pela primeira vez no Theatro Sant’Anna, em São Paulo.
Para apresentação desta peça o Gremio de Amadores Theatraes apresentará todos os seus componentes, bem como diversos estreantes.
A segunda parte do programma desse dia estará a cargo de gentis senhorinhas de nossa sociedade, e sob a direcção da professora dona Chiquinha.
Informou-nos ainda o sr.Sebastião Neves que o programma constará de duas sessões, sendo a primeira especialmente reservada para as pessoas residentes fora do centro urbano.

OUTRO GRUPO: "ATOR" 



TEATRO DO GERB



5 comentários:

Unknown disse...

José Carlos, bela matéria, estou sempre acompanhando, - porém gostaria de fazer uma correção...Maria Neves faleceu em 1.999
Um abraço.

Raffi Dread disse...

Não procede tal informação, Maria Aparecida Neves minha avó faleceu em 2010 como descrito por Jose no blog.

José Carlos Neves Lopes disse...


Quem faleceu em 1999, foi a irmã de Sebastião, tia Nim - Maria Neves.
A esposa dele faleceu em São Paulo em 2010.
José Carlos

Gabriela Antunes disse...

Olá, gostaria de perguntar se alguém teria, por favor, uma cópia do livro Eu te arrespondo Carolina, de Herculano Neves para me enviar/emprestar/vender. Sou doutora em literatura pela Universidade de Berlim, e estou escrevendo um texto sobre a recepção crítica de Quarto de Despejo para ser publicado num livro alemão. Como vivo em Lisboa, tenho muita dificuldade em aceder a bibliografia (simplesmente não existe o livro em nenhuma biblioteca europeia!). Assim, ficaria muito agradecida se pudesse me ajudar, e obviamente estou disposta a pagar pelo serviço, mesmo que seja uma fotocópia, um scanner, etc. Depois de terminado meu trabalho, terei o maior prazer em doar o texto à Universidade de Lisboa, para que ele possa ser lido por mais e mais pessoas. Eis o meu contato: gabiantunes@hotmail.com Obrigada desde já e bom domingo. Gabriela Antunes

José Carlos Neves Lopes disse...

Professora Gabriela, sou sobrinho de Herculano Neves, a viúva dele, Geny, deve ter um exemplar disponível. Vou falar com ela para que entre em contato com você.