Pular para o conteúdo principal

FREDERICO HAHN, JOSÉ MACHADO DIAS E SHUKI SAKAI, AMANTES DA FOTOGRAFIA




Há quase dez anos, 28 de outubro de 2001, um dos primeiros artigos que escrevi para a “Folha de Ourinhos, denominava-se “Amantes da Fotografia”, o qual reescrevo hoje. Falava eu, na ocasião, sobre meu contato com dois importantes fotógrafos profissionais de Ourinhos, José Machado Dias e Shuki Sakai, proprietários, respectivamente, do Foto Machado e Foto Vitória. Essa aproximação se devia à grande amizade que os ligou a meu pai, dos quais se tornou colaborador, nas horas vagas.O Foto Machado ficava na Praça Melo Peixoto e o Foto Vitória  na Rua 9 de Julho, em frente ao Grupo Escolar “Jacinto Ferreira de Sá”, atual Diretoria de Ensino da Região de Ourinhos. Acredito que o Foto Vitória passou chamar-se depois Foto Sakai.
José Machado Dias era natural da bela e agradável  Santa Bárbara do Rio Pardo, onde nascera em 14 de /abril de 1894. Foi casado com Gabriela de Oliveira Machado, com quem teve os filhos Alberto, Walter. Gabriel. José Roberto. Carmen, Wilma. Carlos e Gabi. Ele se estabeleceu em Ourinhos nos anos 1940. Tinha um sorriso encantador, estatura alta e cabelos crespos já embranquecidos. À noite, quando não ia ao cinema, meu pai ia ao Foto Machado e me levava junto muitas vezes. Seu Machado um mestre na arte de foto de estúdio. Nos anos 1950 e 1960, ele e meu pai fotografaram os desfiles de Sete de Setembro e os bailes do Grêmio Recreativo de Ourinhos. Essas fotos, numeradas, ficavam expostas nas vitrines do Foto. Os interessados, por meio da numeração, escolhiam as preferidas, as quais mandavam revelar.
Shuki Sakai estabeleceu-se em Ourinhos no final dos anos 1940, acredito que comprando a razão social do Foto Vitória, que era de propriedade de Frederico Hahn (1897-1986), natural de Ingolstadt, Estado da Baviera, Alemanha. Foi outro amigo de papai, e cujo estúdio cheguei a conhecer. Frederico viera para Ourinhos em 1927, tendo construído um sobrado de arquitetura muito original na Rua 9 de Julho, que ainda existe. Fez muitas fotos de casamento e de cerimônias públicas na cidade. Essas fotos tinham a rubrica F. Hahn.

Outros fotógrafos mais jovens que se estabeleceram em Ourinhos, tornaram-se também amigos de meu pai. Nos anos em que morou em São Paulo (1967-1974), papai trazia para eles exemplares da revista “Cinótica”, publicada por uma loja fotográfica famosa localizada no centro de São Paulo. Seus últimos amigos fotógrafos foram os irmãos Nagita, que se estabeleceram na Rua Antonio Carlos Mori, onde têm foto até hoje. Colaborou com eles até adoecer, na segunda metade dos anos 1980. Outro amigo fotógrafo  nesse período foi o "Carnaval". 
Nessa foto, feita por meu pai por ocasião da inauguração da piscina do Clube Atlético Ourinhense creio,  vemos seu Machado ao centro com chapéu  e na extremidade direita, seu Sakai

Comentários

Maria Alice Cavalho escreveu:
Oi José Carlos!! Adorei rever seu Machado e seu Sakai. Fui amiga das filhas de seu Sakai : Satiko e Misako.
Obrigada pelas gratas lembranças!!

Maria Alice
Tito Abujamra escreveu:
José Carlos:

Parabéns!
Lembro perfeitamente o dia que o Sra. SAKAI mudou-se com a familia para Brasilia, conhecí seus filhos, eramos vizinhos da Rua 9 de Julho.


abs

Tito
Gaby Machado disse…
José Carlos,
Fiquei feliz e emocionada ao ver meu velho pai na foto de seu blog. É muito bom resgatar as boas lembranças do passado.
Obrigado
Obrigado Gaby, Fico feliz com seu comentário, pois meu pai muito o admirava e eu cresci ouvindo falar dele, tendo convivido bons momentos no seu estúdio.
Abs
José Carlos

Postagens mais visitadas deste blog

O CINQUENTENÁRIO DA TURMA DE DEBUTANTES DE 1966 DO GRÊMIO RECREATIVO DE OURINHOS

A edição de 3 de setembro de 1966 do jornal O Progresso de Ourinhos saiu com a capa em cores, sendo praticamente dedicada a reportagens sobre as debutantes de 1966 do Grêmio Recreativo de Ourinhos. Na capa, a manchete foi:


Alice Chiarato, Ana Cristina Paula Lima, Aparecida de Oliveira, Cleide Prioli Gaudêncio, Cleonice das Graças Teixeira, Déa Maria dos Reis, Eloisa de Azevedo, Guacyra Maria Ferrari, Mariângela Baccili Zanoto, Mariângela Cury, Maria Ângela Pinheiro, Maria Dilza de Freitas Faria, Maria Silvia Bueno de Campos, Sílvia Nicolosi Correia, Silza Saccheli Santos







Nas páginas seguintes, as debutantes de 1966 foram entrevistadas sobre algumas de suas preferências e aspirações. Cada uma das debutantes tiveram sua foto publicada no topo da entrevista





O ator  preferido das adolescentes foi, de longe,  Rock Hudson, seguido por Alain Delon; já quanto ao cantor a preferência foi por Agnaldo Rayol.
Rock Hudson
À pergunta sobre a vocação foram citadas: engenharia química, psicologia, música, …

DE VOLTA PARA O PASSADO: 1961, AS TORRES DA IGREJA MATRIZ DO SENHOR BOM JESUS

À esquerda padre Domingos Trivi, à direita padre Eduardo Murante

Nesta edição comemorativa dos sessenta nos do mais antigo jornal de Ourinhos, a "Folha de Ourinhos", nada melhor do que um assunto próximo às origens do semanário veterano. Numa das últimas visitas que fiz ao nosso  saudoso  amigo drº Antonio Ferreira Batista, que foi gerente do Banco do Estado de São Paulo - Banespa entre os anos de 1950 e 1960, quando comentei algo sobre o Padre Domingos Trivi, o srº Ferreira contou-me que havia sugerido a esse pároco uma grande ação para que a Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus tivesse finalmente suas torres concluídas. Desde os finais dos anos 1940, quermesses, leilões de prendas e outras ações por parte dos paroquianos tornaram possível a edificação da nova Igreja Matriz.  
Concluída na parte interna, embora ainda sem um acabamento mais fino,  já nos primeiros anos da década de 1950, cerimônias foram sendo realizadas no novo templo. 
Era necessário, então, a finalização de sua f…

LIBERTO RESTA (1914-1984), O CHEFE DO ESCRITÓRIO DA SANBRA

Nessa foto de autoria de meu pai,vemos Liberto e Ditinho acompanhados por Arlindo (trabalhava na seção pessoal da Sanbra) no acordeão e Robertinho (trabalhava na Coletoria Estadual), por ocasião de uma homenagem a Ourinhos no programa televisivo de Homero Silva, no final dos anos 1960.

Nesta foto vemos o casal Liberto e Ynira, a filha Rosa Maria, Ivone Duarte de Souza, esposa do gerente da Sanbra José Fernandes de Souza e a filha Cristina por volta de finais dos anos 1950.

Os dois anos e meio em que trabalhei na Sanbra foram marcantes para mim Muitos dos empregados da fábrica e do escritório tornaram-se um paradigma para minha vida profissional ao longo de 50 anos. Um deles foi Liberto Resta. Ingressei com 15 anos no escritório, na condição de aprendiz. Liberto era o chefe do escritório.
Foi o responsável pla formação da primeira equipe do escritório da Sabra em Ourinhos.
Na foto abaixo vemos Liberto juntamente com alguns empregados do escritório e da fábrica, no ínicio dos anos 1950.
Aga…