27.12.10

FELIZ 2011

Com esta coletânea de fotos, desejo às leitoras e leitores deste blog meus votos de um Feliz 2011.
Clique sobre as fotos

Alzirinha Matachana, balisa dos alunos do Ginásio de Ourinhos (FAL)



Festa Cívica no Campo do Operário (FAL)

1º vôo regular

Aéro Clube, anos 1940 (FAL)
Bloco dos Ferrari

O calçamento na 9 de Julho (FAL)

Torataro Tone e a esposa Clara





Hotel Patton (FAL)
Após  a missa de domingo (FAL)

15.12.10

HONORÁRIOS MÉDICOS - OURINHOS 1938

Na edição de sábado, 26 de Novembro de 1938, o jornal "A Voz do Povo" publicava um comunicado dos médicos de Ourinhos sobre os honorários cobrados:


"(...).
Resolvemos a partir de 1º de Dezembro adoptar a seguinte tabella para honorarios medicos:
Consulta medica no consultorio                         Rs. 20$000
Visita a domicilio                                                 Rs. 30$000
Visita fóra da cidade, a partir de                       Rs. 40$000
Conferencias medicas a pedido da
familia                                                                  Rs. 100$000
Ourinhos, 24 de Novembro de 1938."





Dr. Octacilio de Camargo Penteado
Dr. Hermelino de Leão
Dr. Diogenes G. Ribeiro
Dr. Alfredo de Almeida Bessa
Dr. Ovidio Portugal de Souza
Dr. Sebastião Augusto de Castro
Dr. Flanklin Correia


Não posso afirmar, mas creio que são os 7 médicos dessa foto que é de 1938, dos quais somente conheci o dr. Ovídio, dr. Bessa e dr. Hermelino.
Para se ter uma idéia aproximada do que representavam esses valores informo que, em 1937, o quilo da carne de porco era vendido em Ourinhos a 2$000, o toicinho fresco 4$000, linguiça 4$000 e a a banha derretida 5$000. Uma bolsa escolar de madeira grande custava 3$000 e uma pequena  2$500.

13.12.10

LAUDO NATEL


Laudo Natel nasceu em São Manuel, no dia 14 de setembro de 1920.  Trabalhou no Banco Noroeste, onde foi colega de Amador Aguiar, que o levou mais tarde para trabalhar no recém fundado Banco Brasileiro de Descontos – Bradesco, do qual veio a ser diretor.
Foi diretor da Associação Comercial de São Paulo, do Sindicato dos Bancos do Estado de São Paulo, diretor financeiro e presidente do São Paulo Futebol Clube, entre outros tantos cargos que ocupou.
Em 1962, numa época em que o voto a vice-governador era desvinculado do voto para governador,  foi eleito, sendo então o vice de Ademar de Barros. Com a cassação de Ademar de Barros, em 1966, assumiu o governo do estado.
Foi eleito governador, indiretamente, para o período 1971-1975, tendo realizado uma boa gestão e se tornado uma figura muito popular.
O engenheiro Mithuo Minami (1969-1973), que está na foto cumprimentando Laudo Natel, assumiu a prefeitura de Ourinhos quando da cassação de Lauro Migliari, em 1969.

Foto por Francisco de Almeida Lopes.

11.12.10

O GRÊMIO ESTUDANTIL RUI BARBOSA - GERB - DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO HORÁCIO SOARES

Meu primo, o jornalista Jefferson Del Rios Vieira Neves, enviou-me esta relíquia: uma ata de reunião do GERB, o grêmio estudantil do IEHS. Trata-se de documento importante para a história da educação em Ourinhos, razão pela qual pedi sua autorização para publicá-la neste blog.
Aliás é importante divulgar aqui que Jefferson acaba de lançar pela IMESP, em dois volumes, uma coletânea das críticas que ele escreveu sobre teatro ao longo de 40 anos:
JEFFERSON DEL RIOS VOL. 2



Ata da reunião extraordinária da diretoria do Grêmio Estudantil Rui Barbosa realizada aos seis dias do mês de maiol, às 19.30 horas, no Instituto de Educação "Horácio Soares" com a presença dos seguintes membros: Srs Antonio Mantovani Filho, Jefferson Del Rios Vieira Neves, Yukio Maeda, Osvaldo Perino, Elias Romão Marão, Paulo Cesar de Oliveira, Nelson Simões, João Tamante Saladini, Cláudio Bacilli, Pierre Coppieters.
Aberta a sessão pelo presidente, o mesmo encarregou o sr.Jefferson Del Rios de apresentar relatorio sobre as providências a serem tomadas para a fundação do Teatro dos Estudantes que o sr.Jefferson pretendia organizar.
Visto a necessidade de treinos para os elementos que comporão a fanfarra do corrente ano, o sr. Presidente nomeou para recolher os instrumentos e ver o que faltava neles o sr.Osvaldo Perino que deverá apresentar suas conclusões nas proximas reuniões.
        Sendo proposta a nomeação de um diretor esportivo, foram apresentados três nomes: srs Cláudio Bacilli, Yukio Maeda, Osvaldo Perino, sendo que, com votação secreta, venceu o sr.Claudio Bacilli com 4 votos. A seguir nomeou-se os diretores de cada modalidade que são: Tenis de Mesa - srs.Yashiro Yamamoto e Yunia Yamamoto; Futebol de Salão - Sr. José Roberto Vitta e Nelson Beltrami .Futebol de Campo -  sr. Francisco Constante e Eurico de Oliveira Santos. Basquetebol e Voleibol - Srs. Yukio Maeda e Paulo Airton Ribeiro; Beisebol - Srs Yashiro Yamamoto e Yunia Yamamoto. Atletismo - Sr Yukio Maeda e srta Maria Mercante. Xadrêz - Sr. José Laydir de la Torre.
Em seguida, o sr. Presidente falou que, como todos os anos , também  esse ano teriamos o Baile Junino, e encarregou o sr. Paulo Cesar de Oliveira de, na proxima reunião,  apresentar as necessidades da biblioteca.
Tendo o sr.Nelson Simões proposto a realização de aulas suplementares ficou encarregado de apresentar na proxima reunião
as matérias que seriam necessárias para tais aulas.
Tomando novamente a palavra, o sr. Presidente declarou que o Gerb fara uma Páscoa dos Estudantes, a qual deverá ser realizada em breve.
 Nada mais a tratar, o sr. Presidente ofereceu a palavra a quem dela quisesse fazer uso, e ninguém se manifestando declarou encerrada a sessão, e eu Elias Romão Marão lavrei a presente ata que vai por mim e demais membros assinada. 
ass: Elias Romão Marão

Jefferson fez as seguintes observações:

Observações
Três cargos eram exclusivos do 2o Ciclo (Cientifico, Clássico e Normal): presidente, vice e secretario geral, respetivamente Antonio Mantovani,  José Roberto Vitto e  Osvaldo Perino.
Há, portanto, diferenças de idades na diretoria. Eu estava com 15 anos. Meu cargo era de 1o Vice- Presidente (sic). Ginasial.
* Aceitavamos tranquilamente os termos bacharelescos-cartoriais das atas. A formula já vinha de antes.
* Esse documento atesta que tenho 51 anos de teatro. Realmente fundei o Teatro Estudantil de Ourinhos (T.E.O) que encenou duas peças no salão de festas do Templo Protestante da rua São Paulo. Direção de Anibal Garcia Siqueira. No elenco do espetáculo "O Escravo", de Castro Seromenho, um melodrama tremendo, estavam Pierre, Iner Prado e eu. Do segundo, por estranho que pareça, não me lembro direito do elenco. Era uma sessão de Juri. Fiz o advogado de defesa. O réu - que se redime no final - era (acho) Anibal. Esse texto também melodramático foi escrito por um rapaz da cidade cujo nome me esqueci. Fizemos apresentações em Candido Mota e Cornélio Procopio dentro da conexão protestante do Anibal
** Já faleceram Francisco Constante, Nelson Beltrami, José Roberto Vitto e Pierre Coppieters.
Nelson Simões e Yukio Maeda  sumiram "na poeira das ruas". José Laydir reside em Curitiba. Iner Prado mudou-se para Presidente Prudente. Gostaria de saber dela.

4.12.10

A ARTE DE MARIO PINHO FERRAZ




Revendo velhos negativos do acervo de meu pai, encontrei três de fotos que ele havia feito de alguns trabalhos desse renomado artista.
Mário, nascido em 1927, no mês de outubro, em São José do Rio Pardo, passou sua adolescência em Ourinhos, onde começou a namorar minha prima Lourdes, a filha mais velha de Carlos Eduardo Devienne, que foi Chefe de Tráfego da antiga São Paulo-Paraná até a sua encampação pelo governo federal em 1945,  quando então estabeleceu-se com o comércio de materiais para construção.
Mário e Lourdes casaram-se no início dos anos 1950 e logo mudaram-se para São Paulo.
Mário, auto-didata havia começado a pintar ainda jovem e, ao longo dos anos, foi aperfeiçoando a sua arte, especializando-se principalmente em retratos. Conforme artigo publicado em 1993 no Jornal das Artes, " Sua preocupação maior, é passar para a tela a pureza, a delicadeza e a personalidade do retratado. Pois "é isso o que vale num quadro"
Mário recebeu várias premiações no Brasil e no exterior, tendo se destacado entre suas obras os retratos de de Francisco Alves, Abraham Lincoln, John Kennedy, Papa João Paulo II, Jânio Quadro, Juscelino Kubtschek de Oliveira, Marilyn Monroe, Pelé, Carvalho Pinto, João Batista de Figueiredo, José Sarney e tantos outros. Ao todo foram mais de cinco mil telas.
Meu pai,   um modesto pintor auto-didata, (gostava de pintar  paisagens em duratex) admirava muito o trabalho do sobrinho, tendo  fotografado algumas de suas telas  dos anos 1960, entre elas, este magnífico retrato do grande presidente americano Abraham Lincoln.
Mário e Lourdes são os pais do ourinhense, Desembargador Mário Devienne Ferraz.
Mário  já faleceu.