Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2008

CENTENÁRIO DE FRANCISCO DE ALMEIDA LOPES (CHIQUINHO)

Em 9 de março de 2009, Francisco de Almeida Lopes faria cem anos (1909-1987). Para homenageá-lo estarei publicando informações e fotos. Benedito da Silva Eloy, proprietário do Jornal da Divisa foi o primeiro amigo a comparecer ao velório, na Igreja Matriz, tão, logo soube de seu falecimento. O jornal, do qual era colaborador, prestou-lhe esta homenagem.

HOMENAGEM AO BASQUETEBOL DE OURINHOS

AS VELHAS LOCOMOTIVAS

Acredito que em breve o pátio ferroviário de Ourinhos deixará de atravessar a cidade, abrindo espaço para uma locomoção mais ágil da enorme quantidade de veículos que circulam por suas ruas.Com isso, perde-se uma forte ligação com a origem da cidade, restando tão somente relíquias desse passado que devem ser coletadas e expostas num museu ferroviário.Há material para tanto. Espero que a nova gestão do prefeito Toshio preocupe-se com isso.A foto, entre as muitas que meu pai fez de locomotivas, mostra-nos dois momentos: uma antiga locomotiva a vapor modelo G12, de origem alemã, das últimas a circular na RVPSC e a sua substituta, a diesel, modelo 665.
Despeço-me dos leitores (as) desta coluna pelas páginas da "Folha de Ourinhos", jornal cinquentenário, do qual orgulho-me de ser colaborador, tão eficientemente conduzido pelas irmãs Farah.
Desejo a todos (as) um Feliz Natal e um Novo Ano repleto de realizações. Foto por Francisco de Almeida Lopes

AMÉLIA NEVES LOPES

Transcrito da "Folha de Ourinhos", de 7/12/2008





A filantrópica e grande amiga Amélia Neves Lopes completou no último dia 5 a trajetória gloriosa dos seus 85 anos. Cidadã de grande representatividade na cidade de Ourinhos, de família tradicional, esposa de um dos primeiros fotógrafos ourinhenses, Francisco de Almeida Lopes, é muito estimada por todos que a conhecem.
Amelinha, - como é carinhosamente chamada, se faz presente doando quinhão de sua participação no Bazar da Santa Casa, numa atuação bastante filantrópica e benemérita em favor dos menos favorecidos (...) Pedimos a Deus que continue enchendo de graças nossa querida aniversariante e que ela colha sempre os frutos sazonados de sua sementeira do bem."

ADMINISTRAÇÃO ALDO MATACHANA THOMÉ

Por esta coluna já me referi a Aldo Matachana Thomé, ocasião em que classifiquei sua administração ( 1977 a 1982) como uma das melhores, senão a melhor que Ourinhos já teve, por ter governado para o futuro. Engenheiro, filho de Mário Thomé e Gaudência Matachana, deixou obras que ainda são referência, passados mais 30 anos. Numa caixa com velhos papéis encontrei esta foto feita por meu pai quando da inauguração de uma das edições da Fapi, que ele fazia questão de acompanhar e fotografar, mesmo durante o período de sete anos em que morou em São Paulo (1967-1974).
Vemos nela o jovem prefeito quando hasteava a bandeira da cidade.
Foto por Francisco de Almeida Lopes (1909-1987)




Clique sobre a foto