EXAMES FINAIS



Antes da criação do Ginásio de Ourinhos, uma instituição privada, o ensino secundário somente podia ser feito no Externato Rui Barbosa, de propriedade do professor Constantino Molina, que ficava na Altino Arantes. Os alunos tinham de submeter-se a exames finais numa instituição de ensino sob a fiscalização do governo federal.
Em 1937, um grupo de alunos fez esses exames na Faculdade Comercial Brasil, em São Paulo. A nota mais alta entre as alunas foi 8, obtida por Rosa Fragão, Ivone Pierotti e Amélia Neves. A mais alta entre os alunos foi 7, obtida por José Fernandes, Hermínio Nogueira e Jairo Diniz.
Esta coluna homenageia hoje dois desses alunos que ainda estão entre nós: Jairo Diniz e Amélia Neves, minha mãe, que aniversaria no próximo dia 5, ocasião em que completa 83 anos.
(A foto de Jairo Diniz é do jornal Debate, edição 1256)

Comentários

Anônimo disse…
MUITO LEGAL,EU QUERIA SABER SE HÁ ALGUMA COISA QUE FALE DA FAMILIA ROBLES QUE MORAVA EM FRENTE AO CINE PEDUTI DE OURINHOS,É UMA FAMILIA MUITO ANTIGA!
benedito izelle disse…
hoje passando de pagina em pagina,me bateu uma alegria e tristeza,ao ver esta materia,porque filho da vizinha chavantes,fui morar em ourinhos em 1954,na vila california,depoi morar perto,do enesquecivel teodomiro rossini o popular zé godoi,estudei no viginia ramalho,na rua gaspar ricardo onde tive minha infancia,quando casei em 69.muita saudade,principalmente,eu que moro,e tralho na baia,é muito bom relembrar.